quinta-feira, setembro 25, 2008

O Moleque dos kalungas!



Uma festa sem precedentes...
Um calor desanimador...
as desconfianças beiravam ...
ao desconforto....



Mais uma vez
Escutei suas lamurias
Vi suas lagrimas molhar o sertão
Senti por instantes a sua necessidade.



Todavia...
Algo conforta
A sua dança ..
Sua cantoria
sua satisfação...
Em ser goiano.
Em ser Kalunga.

1 comentários:

Nina disse...

lindas imagens... adoro fotos assim...