sábado, novembro 18, 2006

Najanela...


Estava adorando o jeito que ela ficava najanela
Vendo aquela movimentação
Os filhos com brinquedos novos
O colorido de nossas roupas
Aquela carro 4x4
Aqueles cajados de metais


Grandes óculos
Rostos branquinhos
Peles de quem nunca ficou na roça colhendo
Estava adorando ver aquela descoberta
Um mundo novo que passava ali...

Ali najanela..
Aqueles turistas...
Indo e vindo
Olhava
Nem piscava
Só olhando admirando
“Esse povo com as cangalhas nas costas”
Cangalhas não!!! Mochila
Vivendo perigosamente
Entrando nos buracos...
Vivendo pendurado
Comendo só essas barrinhas..

“hum hum Noss sinhora”

Então tia me mostra o seu mundo...
Sai dessa janela...
Me faz o seu café...
Eu sento aqui mesmo...
Nesse chão batido...
Esse banco de pau...
Essas paredes de barro...
Esse cheiro fantástico...
Que preenche a casa toda...
É cheiro de vida...
É cheiro de Goiás....
O Tia. Sai dessa janela...
Vem pra minha muchila...

Namuchila eu te entendo...

7 comentários:

M.Eduarda disse...

Wev que coisa mais linda! Amei!

beijos

a superlativa disse...

ai ai...
deu saudades das minhas férias no interior...
lindo isto... ;)
obrigada pela visita e volte sempre! ;)
bjo!

B R E N A disse...

Gente do céu!
Criatividade que não acaba mais nessa muchila, hein?!

Beijos pra ti. Lindo post, como sempre!

Booperfly disse...

Muito bom, Wev!
Vc é do Tocantins?
Um fim-de-semana recheado de coisas boas pra vc!
Bjos,
[Paulinha]

Raquel disse...

mostra a realidade em forma de poesia!

linda!

bjs

Raquel disse...

mostra a realidade em forma de poesia!

linda!

bjs

Anne Baylor disse...

Wevs...
Vc tem uma visão maravilhosa...
Super bacana o contexto geral.
Bjs